Soluções da Bosch para a Indústria 4.0 crescem 25%

14
Agosto
 
 

As soluções conectadas com foco na Indústria 4.0 geraram para o Grupo Bosch, sediado na Alemanha, vendas superiores a 750 milhões de euros em 2019 – um aumento de 25% diante do ano anterior.

De acordo com a Bosch, este crescimento deve-se à constatação de um número cada vez maior de empresas de que a Internet das Coisas (IoT) permite reagirem com mais flexibilidade às interrupções, já que a utilização e as condições individuais de cada máquina podem ser rastreadas remotamente e em tempo real.

Além de ajudar a tornar a fabricação mais simples, flexível e robusta, a conectividade ainda contribui para o aumento da produtividade em instalações individuais em até 25%. Também possibilita rastrear mercadorias, entregas e garantir o reabastecimento em qualquer local, com transparência ao longo da cadeia de fornecimento.

“Especialmente em tempos excepcionais, como este da pandemia que estamos vivendo, a conectividade torna as empresas muito menos vulneráveis”, assegura Rolf Najork, membro da direção mundial e responsável pela área de tecnologia industrial do Grupo Bosch.

Uma das pioneiras na modalidade, a Bosch começou adicionar a conectividade à fabricação e à logística em 2012, tanto em suas fábricas como nas dos clientes. Mas ainda há muito caminho a percorrer.

Segundo um estudo da associação da indústria Bitkom, seis em cada dez indústrias alemãs com mais de 100 funcionários já usam aplicações da Indústria 4.0, mas em muitos casos as aplicações são apenas pontuais.

A VDMA, a associação dos fabricantes de máquinas e equipamentos alemães, estima que 80% dos equipamentos existentes no país ainda não foram digitalizados.

Para as empresas, o maior obstáculo para a implementação da Indústria 4.0 são as grandes somas de capital que isso requer. Entretanto, já existem soluções de retrofit que possibilitam o sensoriamento de máquinas e equipamentos já existentes. Com essa mudança, abre-se a porta para a IoT.

A Bosch vem implementando essa estratégia inclusive no Brasil, onde a idade média do parque fabril é de 20 anos e há um baixo grau de automação digital, especialmente nas pequenas e médias empresas.

fonte http://www.usinagem-brasil.com.br/

 
 

Voltar

 
Newsletter
 

BakelitSul Acessórios Industriais


Componentes padronizados para máquinas e equipamentos

Rua Jacob Luchesi, 2135 - 95032-000 Bairro Santa Catarina - Caxias do Sul - RS - Brasil