Polícia fecha fábrica de Ferraris falsas em Santa Catarina

24
Julho
 
 

A Polícia Civil de Santa Catarina fechou na última segunda-feira, 15, em Itajaí, cidade localizada a 94 km de Florianópolis, uma oficina que montava por encomenda veículos falsos das marcas Ferrari e Lamborghini.

Os policiais apreenderam oito réplicas semimontadas, além de chassis, moldes, ferramentas e fibras que seriam utilizados na fabricação das falsificações dos esportivos de luxo. Os modelos eram montados a partir de chassis de veículos esportivos antigos, como o Mitsubishi Eclipse; os motores eram de Monza. A maior parte da produção era enviada para São Paulo, Bahia, Paraná e Rio Grande do Sul.

A venda era oferecida pelas redes sociais por até R$ 250 mil, enquanto os modelos originais são comercializados por somas entre R$ 1,5 milhão e R$ 3 milhões. A Polícia chegou aos falsificadores através de denúncias das próprias fabricantes.

Os donos do local, pai e filho, serão indiciados por crimes contra a propriedade industrial. Eles foram levados para prestar depoimento e liberados em seguida, já que o crime é considerado de menor potencial ofensivo.

Um dos sócios, Nilton Goes, rebateu a acusação de atividade irregular e de que o negócio seria feito de forma clandestina. O empresário contou que os clientes sabiam de todo o processo de montagem dos modelos.

Também disse que a empresa é conhecida em todo o país pelo trabalho de customização de veículos, com 15 anos de operação. Afirmou ainda que a produção era, principalmente, de réplicas de veículos antigos e que os carros estavam com a documentação em dia, registrados como protótipos, o que é permitido por lei.

No entanto, o delegado Angelo Cintra Fragelli, responsável pelas investigações, explica que, neste caso, o crime é por uso de um design patenteado pelas marcas.

“Agora nós vamos ouvir clientes, fornecedores de peças e funcionários públicos de Santa Catarina e de outros estados. Não há a possibilidade desses veículos serem licenciados como protótipos, já que usavam desenhos e marcas patenteadas”, disse.

Não é a primeira vez que a Polícia brasileira estoura uma fábrica clandestina de carros esportivos. Ainda em fevereiro deste ano, em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, a Polícia também apreendeu réplicas e carcaças de Lamborghinis e Ferraris.

fonte http://www.usinagem-brasil.com.br/

 
 

Voltar

 
Newsletter
 

BakelitSul Acessórios Industriais


Componentes padronizados para máquinas e equipamentos

Rua Jacob Luchesi, 2135 - 95032-000 Bairro Santa Catarina - Caxias do Sul - RS - Brasil