Máquinas agrícolas e rodoviárias dão sinais de reação

11
Julho
 
 

O setor de máquinas agrícolas e rodoviárias começa a apresentar sinais de reação. Pelo terceiro mês seguido, a indústria brasileira registrou alta no volume de produção. Em março, foram produzidas 2,8 mil unidades; em abril, o volume chegou a 3,8 mil; saltou para 4,1 mil em maio e, no mês passado, a produção atingiu 4,5 mil unidades.

O total de máquinas agrícolas e rodoviárias fabricadas em junho de 2016 representa alta de 10,4% sobre maio e de 25% sobre junho de 2015 (vale destacar que o mês de junho foi o segundo pior em termos de produção do ano passado - a média mensal de produção em 2015 foi de 4,6 mil unidades).

O balanço apresentado pela Anfavea na semana passada, em São Paulo, mostra que, apesar do aumento no ritmo de produção nos últimos meses, o acumulado no ano ainda está bem distante do alcançado em 2015. No primeiro semestre de 2016 foram produzidas 19,8 mil unidades, o que representa queda de 35% na comparação com as 30,5 mil unidades fabricadas no mesmo período do ano passado.

Em junho foram vendidas 4,1 mil máquinas agrícolas e rodoviárias, número 18% superior às 3,4 mil comercializadas em maio e 7,8% menor que as 4,4 mil de junho de 2015. No total, foram negociadas 17,1 mil máquinas nos primeiros seis meses deste ano, 30,9% menos que as 24,7 mil unidades de igual período de 2015.

As exportações no semestre caíram 17,8%: 4,4 mil unidades foram enviadas para outros países em 2016 contra 5,3 mil em 2015.

 
 

Voltar

 
Newsletter
 

BakelitSul Acessórios Industriais


Componentes padronizados para máquinas e equipamentos

Rua Jacob Luchesi, 2135 - 95032-000 Bairro Santa Catarina - Caxias do Sul - RS - Brasil