Aço: indústria se posiciona sobre G-20 e excesso de capacidade

12
Setembro
 
 

Nove associações do aço da América do Norte, do Sul, América Latina e Europa divulgaram no último dia 6 de setembro posicionamento de otimismo moderado sobre as discussões a respeito do excesso de capacidade de aço no mundo ocorridas nas reuniões dos líderes do G-20, que terminaram na semana passada na China.

“Estamos satisfeitos que os líderes dos governos do G-20 tenham reconhecido os severos impactos que o excesso de capacidade global de aço no mundo tem causado para a nossa indústria”, diz o documento divulgado pelas entidades. ”Esse foi um primeiro passo importante, mas deve ser seguido por ações políticas concretas dos governos para reduzir o excesso de capacidade, acabar com os subsídios ou qualquer outra medida governamental que distorça o mercado, garantindo condições isonômicas de competição no curto prazo”.

“Apreciamos o comprometimento dos líderes do G-20 por “respostas coletivas” sobre o excesso de capacidade global da indústria do aço no mundo. Esse excesso de capacidade e políticas de governo intervencionistas que a estimulam são a causa da onda de importações desleais em muito dos nossos mercados domésticos”, avaliam as entidades.

“Nós estamos esperançosos pelo fato dos líderes do G-20 estarem comprometidos em formar um Fórum Global para discutir o excesso de capacidade, e que esse grupo possa debater o problema nas próximas reuniões do G-20. Temos esperança que um Fórum Global forte, que inclua a participação dos maiores países produtores de aço do mundo, tenha resultado substancial nas reuniões do Comitê do Aço da OCDE previstas para essa semana em Paris”.

“Nossa indústria está numa encruzilhada. Os governos precisam tomar uma atitude ou vamos permanecer em crise. É de responsabilidade dos Governos e da indústria trabalhar em parceria para criar esse Fórum Global e definir uma agenda de forma a ter proposta de política de ação para superar a crise. O Fórum Global tem que começar a funcionar o mais rápido possível, de forma a ter propostas para os líderes do G-20 nas reuniões do grupo em 2017”, conclui o documento.

O grupo de associações do aço que assinam inclui American Iron and Steel Institute (AISI), Eurofer (European Steel Association), Steel Manufacturers Association (SMA), Canadian Steel Producers Association (CSPA), Canacero (Associação Mexicana do Aço), Alacero (Associação Latino Americana do Aço), Instituto Aço Brasil, Committee on Pipe and Tube Imports (CPTI) e a Specialty Steel Industry of North America (SSINA).

 
 

Voltar

 
Newsletter
 

BakelitSul Acessórios Industriais


Componentes padronizados para máquinas e equipamentos

Rua Jacob Luchesi, 2135 - 95032-000 Bairro Santa Catarina - Caxias do Sul - RS - Brasil